"Eu quero saber se esse sentimento é recíproco. Triste te ver partir.. Eu meio que esperava que você ficasse, querida, nós dois sabemos que as noites foram feitas, sobretudo, para dizer coisas que você não conseguirá dizer amanhã. Me rastejando de volta para você .. Já pensou em ligar quando você tomou umas? Porque eu sempre penso. Talvez eu esteja muito ocupado sendo seu para me apaixonar por um novo alguém, agora tenho pensado bem sobre isso me rastejando de volta para você."
× Arctic Monkeys
REBLOG -
"Encha a cara, esvazie o coração. Só por essa noite. Tome álcool, tome ar, tome coragem. Obtenha o que há em bares, jantares e ruas, só não se apaixone. Não por agora. Escore nos cantos, calçadas e camas, mas não fique por muito tempo. Corra, fuja, volte com outro par de meias, outro rasgo na calça, uma camisa nova. Você sabe a que lugar pertence, mas errou na hora de se entregar. Então, estrague-se. Quebre, arranque, solucione na marra. Saia dessa, vá pra outra, luz que vira fumaça, copo que te faz rir, só uma vez e você volta livre em si. Conselho de amigo, encha-se de ilusões, esvazie o copo, isso não dura além do suficiente."
× Flávia Andrade
REBLOG -
"Tão inteligente para escrever sobre o amor e tão burra para amar…"
× Clarisse Lispector. 
"Mas eu sinto, sabe? Sinto muito as coisas. Tudo, todos. Mesmo que eu tente esconder, mesmo que eu tente não me mostrar. Mesmo que eu disfarce. Eu sinto tudo demais."
× Clarissa Corrêa
"Quantos segredos você consegue guardar?"
× Artic Monkeys.  (via auroriar)
REBLOG -
"E quando as forças armadas de um coração já machucado se levantarem em defesa natural de sua estrutura, em puro e simples movimento de autopreservação, o amor estenderá sua mão pequena e linda, de unhas roídas e sem nenhum esmalte, e todas as armas cairão em silêncio. Então esse coração abrirá suas fronteiras à chegada irrefreável do encantamento amoroso e total, explosão de energia que nos leva ao encontro de quem somos, nos resgata da morte e nos devolve, sãos e salvos, à vida que é hoje, amanhã e depois um longo e eterno agora."
"É que as vezes, não ter alguém pra abraçar, faz muita falta."
× A culpa é mesmo das estrelas? 
"Eu tô confiando em mim de novo, me permitindo, porque eu sei que posso muito, mereço muito."
× Tati Bernardi.
Feelings.
Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.